Projeto Sextas Alternativas traz para o TRT5 a técnica da Comunicação Não-Violenta

Conversas mais transparentes e eficazes, diálogos mais saudáveis e maior conexão entre os membros de uma equipe: esses são alguns dos benefícios prometidos pela Comunicação Não-Violenta, técnica desenvolvida pelo psicólogo norte-americano Marshall Rosenberg e que ganha espaço na próxima edição do projeto Sextas Alternativas. O worskhop, para magistrados e servidores, acontece no auditório da Escola Judicial, dia 23 de novembro, das 8h30 às 12h30.

Responsável pelo curso, a instrutora Débora Brum – coach e fonoaudióloga com mestrado em Distúrbios da Comunicação Humana – explica que o objetivo do workshop é apresentar princípios e estratégias para o desenvolvimento da Comunicação Não-Violenta. “Através da CNV os profissionais conseguem estabelecer uma comunicação mais empática, clara e eficiente no dia a dia, aumentando o engajamento nas ações necessárias, criando maior vínculo e estabelecendo relações de confiança e colaboração”, complementa.

Além da exposição teórica do tema, a capacitação promovida pela Ejud vai promover dinâmicas em grupo, vivências de comunicação e jogos de CNV. Estão disponíveis 70 vagas, e os interessados devem se inscrever pelo endereço eletrônico escola.inscricao@trt5.jus.br. Não perca!