Vencedor do Prêmio Sesc estará na estreia do "TRT que lê"

O novo projeto da Ejud5, TRT que lê, estreia no próximo dia 22 e apresenta o livro vencedor do Prêmio Sesc de Literatura de 2016 na categoria Romance, Céus e Terra.
 
Idealizado pelo coordenador acadêmico da Escola Judicial, juiz Danilo Gaspar, o projeto foca na transdisciplinaridade do saber, visando a formação integral (e não apenas jurídica) dos magistrados e servidores do TRT5.
 
Nessa primeira edição, o evento contará com a participação do autor da obra, Franklin Carvalho, jornalista e servidor deste Regional. Para ele, “há muitos leitores aficionados entre magistrados, servidores e estagiários”.
 
O jornalista avalia que a amplitude do mundo da leitura promove transformação de comportamentos sociais. “Gostaria muito que esse projeto alcançasse os mais jovens, inclusive os estagiários de nível médio, que podem significar uma diferença na relação entre a sociedade e o fazer cultural. Penso muito em tocar a juventude quando escrevo, em incentivar e inspirar os moços, para que eles mobilizem seus pais e colegas”.
 
Em seu primeiro romance, Carvalho conta a história de três mortes ocorridas em 1974, todas elas narradas a partir da visão do menino Galego. O menino pobre do sertão baiano, que vivia como um “criado” na casa de parentes, é decapitado por acidente, após ter sido convocado para ajudar a salvar um homem crucificado. Os dois acabam morrendo. Como uma espécie de fantasma, sem apresentar pena ou lamentações sobre sua própria morte, o garoto de 12 anos começa a acompanhar a rotina da pequena cidade de Araci.
 
Conterrâneo de Galego, Carvalho iniciou sua trajetória com os livros de contos Câmara e cadeia (2004) e O encourado (2009), publicados de modo independente. Céus e Terra, publicado pela Record, é seu primeiro romance. Mas ainda vem mais por aí! O autor revela que está preparando um livro de contos inédito.
 
​Enquanto isso, aproveite para saber mais sobre essa história que envolve os mistérios entre a vida e a morte no debate do dia 22. Será das 9h às 12h, no auditório da Ejud5, em Nazaré. Faça sua inscrição pelo e-mail escola.inscricao@trt5.jus.br.
 
A carga horária de 3 (três) horas será computada para efeito de adicional de qualificação (AQ) para servidores em qualquer cargo. No tocante aos magistrados, como horas de formação continuada.
 
 
TRT que lê

O projeto consiste no debate ocasionado pela reflexão de temas centrais e periféricos do livro indicado pelo instrutor. E tem como objetivo permitir o desenvolvimento de uma visão mais ampla, complexa e, inclusive, mais humanística da realidade jurídica e social em que os participantes estão inseridos.
 
Nesse sentido, a ação formativa contribuirá para o desenvolvimento da competência que integra o subeixo jurídico-trabalhista, previsto no Anexo da Resolução nº 18/2015 da Enamat, na perspectiva de formação de postura crítica acerca de temas contemporâneos relevantes para a jurisdição.
 
Silvana Costa Moreira (Ejud5)